Exposição individual “A Autorrepresentação na procura do Eu”, na Olga Santos galeria, Porto

Nas collages identificamos uma autorrepresentação fragmentada, nos desenhos recortados deparamo-nos com algo conciso. É neste jogo de mostrar e ocultar que assenta o processo de elaboração destes trabalhos. Se por um lado nas colagens nos perdemos, nos desenhos encontramo-nos. Nesta viagem há um fio condutor, o recorte que indica o norte, despojado de artifícios. As ausências não nos pertencem, por isso são excluídas.

Ver lista completa

error: Content is protected !!